sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Tópicos da Conferência de Imprensa de reacção à entrevista de Alberto João Jardim

O Programa de Austeridade de Alberto João Jardim vai resolver o seu problema de tesouraria, mas cria um problema aos Madeirenses e Porto-santenses: mais desemprego, mais falências, mais pobreza, menos poder de compra, mais sacrifícios.

Por um lado vamos ter O Governo do PSD com a sua situação resolvida, por outro vamos ter os Madeirenses numa situação cada vez pior!

Alberto João Jardim não é o elo mais fraco - o elo mais fraco são os Madeirenses que terão de pagar a factura da sua responsabilidade.

o Plano de Jardim não cura a doença - agrava-a! Ele colocou-se ontem na RTP como mensageiro da desgraça, mas ele não é o mensageiro ele é a desgraça.

A Madeira não é mártir da República Portuguesa, os mártires são os Madeirenses e Porto-santenses às mãos do Governo do PSD-M de Alberto João Jardim.

Jardim criou na sua cabeça uma realidade e quer que os Madeirenses vivam a realidade por ele criada. Infelizmente a realidade na cabeça de Jardim não é a mesma do dia-a-dia dos Madeirenses. Jardim está cada vez mais autista politicamente.

Jardim não anda de calças na mão - quem ficou de calças na mão fomos nós - que teremos de pagar a factura das suas tresloucadas dívidas.

Colocar a dívida pública da Madeira em 40% do PIB é afectar todos os Orçamentos da Região para pagar a dívida em 4 anos! Os Madeirenses e Porto-santenses vão viver a pão e água???

Trata Lisboa como inimigo e depois ir pedir ajuda aos inimigos é o maior contra-senso. Autismo político!

Jardim Não vai ao Parlamento aturar os "MISERÁVEIS". o Homem ainda não percebeu que 52% dos Madeirenses e Porto-santenses votaram nos "MISERÁVEIS". Ele ofendeu a maioria dos Madeirenses e Porto-santenses!

Sem comentários: