segunda-feira, 12 de abril de 2010

Passos alcança Sócrates


11 Abril 2010


PSD: Sondagem CM dá empate técnico entre PS e PSD na intenção de voto

Novo líder social-democrata com 34,7% na confiança para primeiro-ministro, contra 35,9 % do líder socialista.
Eleito há apenas 15 dias, Pedro Passos Coelho disputa já, taco a taco, com José Sócrates a confiança dos portugueses para desempenhar o cargo de primeiro-ministro. De acordo com uma sondagem CM/Aximage, 35,9% dos inquiridos declararam ter mais confiança no líder do PS, contra 34,7% no líder do PSD. Trata-se de uma diferença de 1,2 pontos percentuais, que está dentro da margem de erro da sondagem e é estatisticamente irrelevante.
Segundo o inquérito de opinião, a mudança de líder catapultou também o PSD na intenção de voto legislativo. Os dois maiores partidos estão agora separados apenas por 1,8 pontos: o PS com 32,2% e o PSD com 30,4%, o que significa também um empate técnico. Em Março, ainda com Manuela Ferreira Leite na presidência, o PSD obteve 25,1% das intenções de voto, contra 34% do PS. Ou seja, uma diferença de 9 pontos.
Com o seu líder em estado de graça, os sociais-democratas estão a afirmar-se claramente como alternativa ao governo socialista de maioria relativa, conquistando muitos dos indecisos e fazendo baixar a abstenção. Nesta sondagem, a percentagem de indecisos baixou de 8,1 % para 5% e a abstenção de 42,2% para 40,3%.
Unidos em torno de um líder incontestado, os sociais-democratas ganham não só terreno ao PS, mas também ao CDS, que nesta sondagem baixou de 11,5% para 10,8 %.
Em pleno congresso que hoje termina em Carcavelos, muitos dos nomes sonantes do PSD não têm dúvidas em afirmar que os resultados são "positivos". Sem querer entrar em euforias, Miguel Relvas, novo secretário-geral do partido, sublinha que "são meros indicadores", mas admite que "a inversão da tendência de queda do PSD é um estímulo e uma responsabilidade".

Sem comentários: