sábado, 15 de janeiro de 2011

Razões de Alberto João Jardim para não votar Cavaco


"Cavaco Silva é um tecnocrata, um político muito caloiro. Vejo nele um bom ministro, mas não lhe reconheço capacidade para chefiar umgoverno"1982, AGOSTO;


"Não é fácil esta relação financeira com o governo da República[chefiado por Cavaco Silva]. Pensar que vai aparecer umprimeiro-ministro, seja de que partido for, a dizer que está perdoadaa dívida da Madeira, sem mais nem menos, isto é acreditar que o Céu vaitransferir-se para a Terra. Isso não vai acontecer, Não acredito noperdão da dívida".1991, NOVEMBRO;


"A ida do prof. Cavaco para Belém seria nociva ao País e ao PSD"1993, NOVEMBRO;


"Marcelo está a conduzir bem o partido. Isso não podia continuar numcerto dogmatismo e na teimosia política que marcou desastrosamente osúltimos dois anos do cavaquismo"1996, DEZEMBRO;


"Para voltar aos tempos do cavaquismo, só por cima do meu cadáver. Osfantasmas do cavaquismo não assustam, têm é de ser exorcizados devez"1996, DEZEMBRO


"As nossas lutas [pela autonomia] tiveram obstacularização dentro donosso partido no tempo de Cavaco Silva e dos seus colegas de direcção"1998, FEVEREIRO"Se é para voltar ao cavaquismo, serei oposição dentro do partido"1999, MARÇO


"Ele [Cavaco] não gosta muito da minha maneira de fazer política, poisenquanto esteve no poder nunca me convidou para colaborar em qualqueractividade partidária. Não me fez falta nenhuma".2000, ABRIL"É natural que eles queiram ver-se livres de mim.Dentro do PSD cavaquista não morrem de amores por mim"2001, OUTUBRO"


Só o facto de Cavaco Silva não gostar que ele seja o líder do PSDé mais uma razão para eu apoiar Santana Lopes"2004, JANEIRO


"Se Santana Lopes não avançar para Belém , Cavaco Silva não terá caminho livre",2004, MAIO"


Não gostava de ver Cavaco Silva como candidato do PSD à Presidênciada República"2004, OUTUBRO


Cavaco Silva teve um comportamento "inqualificável" e proferiu declarações que "prejudicam o PSD e causam instabilidade no país"."Em democracia os maus políticos são aqueles que são rejeitados pelo povo (…) o povo já o rejeitou numas eleições presidenciais".2004, DEZEMBRO


Cavaco Silva “é um homem do sistema (…) Não espere que alguém do partido na Madeira se levante cedo para ir pedir os votos nele”.2004, DEZEMBRO


"Estou farto deste PSD e ideologicamente num campo oposto às opçõesneoliberalistas e cavaquistas"2005, FEVEREIRO


[Como Cavaco] "diz que a Constituição não é um problema do País,ninguém levanta aqui o rabo da caminha para trabalhar para o cavalheiro" [nas presidenciais]2005, JUNHO


“A atitude do professor Cavaco justifica a abertura de um processo disciplinar que, se houver vergonha, culmina com a expulsão do senhor Silva”2005, FEVEREIRO


Cavaco Silva “apesar de ter uma maioria absoluta, deixou as Forças Armadas e as forças de segurança no estado subversivo em que se encontra. Deixou a Educação no estado decadente e sem valores em que se encontra, a justiça com a falta de credibilidade que tem. E a cultura foi o que se viu. Nas áreas que eram essencialmente políticas não mexeu uma palha”.2005, AGOSTO

Sem comentários: