segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Líder nacional do BE apoia coligação para ganhar Câmara do Funchal

O coordenador nacional do Bloco de Esquerda, João Semedo, incentivou esta tarde, num debate no Funchal, a oposição regional a criar uma coligação para conquistar a Câmara Municipal da capital madeirense. "O Bloco de Esquerda subscreveu o Pacto para a Democracia. É um pacto em que o Bloco de Esquerda está com muitos outros partidos. Não estamos arrependidos e esperamos que dessa convergência possa resultar uma candidatura que tenha possibilidades de disputar a Câmara Municipal do Funchal. Isso seria muito importante num período em que é evidente que o jardinismo está no seu estertor, está nos seus últimos dias", frisou o dirigente bloquista, que censurou a falta de coerência do CDS, que "por oportunismo entrou no Pacto [para a Democracia] e também por oportunismo acabou por sair do Pacto".
A outro nível, João Semedo criticou duramente a proposta de revisão da Lei de Finanças Regionais apresentada pelo Governo da República PSD/CDS, considerando que "é mais um instrumento de que o governo de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas recorre para, em nome da redução da despesa pública, continuar uma obra de destruição do poder local democrático e das autonomias regionais". "Nós somos uma voz coerente, combativa e determinada na denúncia do jardinismo e do despesismo que caracterizou a governação de Alberto João Jardim, mas nós não confundimos o combate ao despesismo inútil com a tentativa que está em curso de retirar meios financeiros e transferir menos fundos e comprometer a Autonomia Regional", realçou o coordenador nacional, que deu a entender que o BE vai votar contra a proposta do Governo na hora da votação na Assembleia da República.

Sem comentários: