terça-feira, 19 de novembro de 2013

ALIANÇA DO PSD/CDS-PP E CDU IMPÕEM À CMF REDUÇÃO DO IRS A QUE A CÂMARA TEM DIREITO

 
O que se passou na CMF pode levar à rutura financeira da Autarquia se todos os Partidos não tiverem responsabilidade. Na CM Funchal ninguém tem maioria absoluta. Sei que tem havido diálogo por parte do elenco Camarário com os restantes partidos. Sei que existiu diálogo para que o CDS-PP ou a CDU fizessem parte do executivo com pelouros, mas o CDS-PP e a CDU não quiseram unir-se à Mudança.
A questão que se coloca é só esta: ou há juízo por parte dos partidos da oposição(PSD/CDS-PP E CDU) ou vão fazer na CMF o que fez o PSD-Madeira no Governo Regional, que foi levar a Madeira a uma situação de Falência e pedido de ajuda a Lisboa.
Cada partido apresentou as suas propostas ao eleitorado, se cada um fizer propostas como esta vamos ter UM ORÇAMENTO PARA QUATRO PROGRAMAS DE GOVERNO. É incomportável financeiramente. Não será agora de estranhar que o que se passou no FUNCHAL venha agora a acontecer também em SANTANA e PORTO SANTO.
No caso de Santana depende do PS para existir maioria na Assembleia Municipal e se o PS fizer o mesmo que o CDS-PP no Funchal, apresentar propostas no valor de 1 milhão de euros, não irá criar situações de insustentabilidade financeira? E se no Porto Santo o CDS-PP/PSD tiver a atitude que teve no FUNCHAL como fica as finanças que já estão depauperadas do Município do Porto Santo? Deixo este texto para reflecção...
 
 

 

Sem comentários: