quarta-feira, 21 de novembro de 2012

A ILUSÃO DA RAZÃO


"os pobres são culpados pela própria pobreza"
Passos Coelho, Paulo Portas e Gaspar conhecem este menino e milhares de outros, mas estes doutos senhores têm um programa ideológico para Portugal. Estes cavalheiros querem um
 país com mão-de-obra barata e querem decepar o papel do estado na correção das desigualdades sociais. Ainda não me esqueci da proposta de revisão Constitucional de Pedro Passos Coelho e do Estado Liberal que ele quer implantar em cima das conquistas de Abril de 1974. A lógica da Austeridade, contrária a qualquer lógica de racionalidade económica, em que Portugal empobrece, como se um Portugal pobre conseguisse pagar as suas dívidas. Há aqui um preconceito ideológico assumido por quem tem uma visão do mundo em que o estado é um mero observador e sem um papel de garantir a correção das desigualdades que o mercado produz. Vejo nos atuais responsáveis do governo aqueles cidadãos provincianos que de um momento para outro tiveram sorte na vida e olham com desdém os outros que a sorte não os acompanhou. Entendem assim, estes novos-ricos, que os pobres são culpados pela própria pobreza, independentemente das pedras que colocam a quem luta e trabalha para ter sucesso na vida.
http://expresso.sapo.pt/o-menino-que-gaspar-nao-conhece=f768572

Sem comentários: