quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Assis faz apelo de última hora para oposição não aprovar lei

É um apelo de última hora. Francisco Assis, líder parlamentar do PS, fez um apelo ao "bom senso" do PSD e dos restantes partidos da oposição para não aprovarem a Lei das Finanças Regionais, no centro de uma crise política.
"Apelo a que não se vote esta lei iníquia e negativa", afirmou Assis, na véspera da votação do diploma na especialidade no Parlamento e escassas duas horas antes do Conselho de Estado. "Ainda vamos a tempo", disse, dado que o diploma ainda não foi votado no Parlamento – nem na especialidade nem em votação final global. Os partidos da oposição estão de acordo quanto a algumas alterações à lei que o PS e o Governo não aceitam. O líder parlamentar do PS insistiu na tese do despesismo da lei e do "mau sinal" que traria, de aumento das transferências e dos limites de endividamento da Região Autónoma da Madeira numa altura em que "são pedidos sacrifícios" e de contenção. Assis evitou comentar as consequências que a aprovação da lei traria – a queda do Governo e eleições antecipadas. In Público.

Sem comentários: