quarta-feira, 12 de novembro de 2008

QUINTA-FEIRA NEGRA

  • Certa comunicação social vai corroborando esta tese, vai alimentando a tese que é necessário "gerir" o Parlamento com base em alterações fulanizadas. Mas é essa mesma comunicação social que se esquece o que o Líder Parlamentar do PSD-M já fez e mandou fazer contra os deputados da oposição.
  • Que confiança podem ter as diferentes oposições em relação a este PSD-M e a este Presidente da Assembleia?

  • Que confiança podem ter as diferentes oposições em relação a este Presidente da Assembleia, se este nunca se interpôs às atitudes antidemocráticas do PSD-M no Parlamento?

  • Porquê que certa Comunicação Social não coloca as futuras alterações ao Regimento numa lógica de fulanização contra Jaime Ramos, para percaver as actitudes loucas e irresponsáveis deste, que ao longo dos anos tem prejudicado a imagem deste parlamento?



  • E por último os senhores Jornalistas olhem para as atitudes recentes do PSD-M no Governo, quando tentaram sabotar o Diário de Notícias, com o Jornal à borla e com os baixos preços da publicidade neste, prejudicando e tentando levar à falência os demais, lançando os jornalistas no desemprego.


  • Há Jornalistas que confiam no PSD-M .... e acham plausíveis as teses lançadas por estes no que concerne às alterações ao Regimento do Parlamento...

3 comentários:

Anónimo disse...

Muitos Jornalistas gostam de se por a jeito para levar as "injecções de confiança" do AJJ.

amsf disse...

AJJ incentiva a população a perseguir a oposição e depois diz que não têm nada a ver com o assunto como no caso do deputado Coelho, agredido por um "levadeiro" - agora condenado - supostamente a mando do Savino!

Alexandro Pestana - www.miradouro.pt disse...

Aqui está o link ao documento completo... vejam como há falta de rigor, fazer estudos assim é chamar a toda a gente de São Vicente de burros...:

http://www.miradouro.pt/docs/Estudo_Financeiro_CMSV_2008-2009-COMPLETO.pdf

Nenhuma câmara na Madeira torna estes documentos públicos e devia ser obrigatório... Há um programa do governo da república chamado "Pagar a tempo e horas" que é de apoio às câmaras e este estudo apenas contempla o recurso à banca e obrigatóriamente devia ter também a hipótese de recorrer à ajuda de Lisboa para limpar os calotes pois só pra Madeira vão estar disponíveis 256 milhões de euros, nada mais e nada menos do que 80% da fatia de dinheiro do programa que é de âmbito nacional!

Isto prova mais uma vez que a Madeira só serve para chupar dinheiro de Lisboa e andam uns meninos por ai a dizer e a meter na cabeça do povo que esta miserável ilha pode ser independete... lol