segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

CANDEIAS ÀS AVESSAS .... CRISES PARTIDÁRIAS??

Ângelo Correia desafia Ferreira Leite
Ângelo Correia, militante do PSD, critica Manuela Ferreira Leite por ser líder de uma facção. E dispara contra o Governo “duplamente anómalo” de Durão Barroso.
Ângelo Correia desafia Manuela Ferreira Leite a reflectir sobre a continuidade à frente do PSD. O antigo dirigente e ministro do partido diz, ao Rádio Clube, que tem receio de um mau resultado nas eleições do próximo ano.
Alegre já admite alternativa para ir a votos
No discurso, o deputado socialista foi o mais claro que podia ser: "A reconfiguração da esquerda implica a capacidade e a vontade de construir uma perspectiva alternativa de poder." E embora "talvez aqui as convergências sejam mais difíceis de construir", há que ter uma "nova coragem", a "coragem de virar a página e construir uma nova esperança e uma nova alternativa". É preciso, disse, quebrar um "novo tabu": aquele em de um lado está uma esquerda [a do PS] que quando é Governo "deixa de ser praticante"; e, do outro, outra esquerda [a do PCP e a do Bloco de Esquerda] "que se acantona no contrapoder".
Ruptura entre Nobre Guedes e Portas
A "hostilidade" não permitiu a eleição, diz Nobre Guedes
O fim de uma bela amizade ficou ontem assinalado com o afastamento de Nobre Guedes do próximo Congresso do CDS, onde o antigo braço-direito de Paulo Portas se preparava para aparecer com uma moção para alterar a estratégia do partido, embora sem questionar a liderança.Nobre Guedes falhou a eleição de delegados por dois votos. Nas últimas eleições de delegados a um congresso, tinha sido o mais votado da sua concelhia, Lisboa. Desta vez, os militantes atiraram-no para um não elegível 45.º lugar. Luís Nobre Guedes culpa Portas pela derrota.

Sem comentários: